Comércio & Serviços

Sustentabilidade

Assaí Atacadista amplia medidas de eficiência energética em suas lojas

Empresa conta com programa de conscientização de colaboradores.

 
Rede de supermercado Assaí

 Rede de supermercado Assaí

 
 

O Assaí Atacadista tem investido continuamente em uma matriz energética diversificada e mais limpa. Desta forma, o atacadista tem ampliado suas medidas em prol da eficiência energética e, hoje, cerca de 90% do que é consumido pela companhia tem como origem fontes renováveis, ou seja, são provenientes das matrizes eólica, solar, biomassa e pequenas hidrelétricas. A iniciativa está atrelada ao pilar de sustentabilidade, um dos principais do negócio do Assaí.  

Dentre as medidas de eficiência energética da companhia, há o planejamento de migração completa do parque de lojas de 2020 para o mercado livre de energia, anunciado em março deste ano. Atualmente, das 191 lojas presentes em todo o país, 174 já migraram para o mercado livre de energia (dados de agosto/21). “Apenas 15 unidades ainda estão em processo de migração ao novo sistema e a perspectiva é seguirmos esse planejamento em linha com a expansão do Assaí. Assim, as unidades que serão inauguradas no decorrer deste ano serão convertidas ao longo dos próximos meses”, explica Lucas Attademo, Gerente de Galerias e Contas Públicas do Assaí.  

As novas lojas do Assaí também são construídas levando em consideração conceitos de ecoeficiência e gestão do impacto ambiental e já são inauguradas com iluminação 100% em LED; ilhas de congelados e refrigerados com portas; e fachada de vidro e telhas translúcidas, que garantem um melhor aproveitamento da luz natural e contribuem para a diminuição do consumo de energia.  

Para seguir aprimorando os processos operacionais de eficiência energética, o Assaí está sempre buscando novas tecnologias que auxiliem no controle de dados e informações. “Temos uma parceria com a Enel X, que nos auxilia no acompanhamento do consumo de energia em todas as nossas lojas. A partir da análise de dados, a Enel X nos alerta se alguma unidade supera o consumo previsto e, assim, podemos averiguar o que está acontecendo e solucionar a questão o quanto antes”, conta.  

Além disso, o Assaí possui 6 usinas solares em operação em suas lojas. Os painéis fotovoltaicos foram instalados na cobertura dos estacionamentos das lojas e geram energia que abastece parte da operação. No último ano, as usinas geraram cerca de 4 mil MWh de energia, o que equivale ao consumo de energia de cerca de 1.700 residências médias, evitando a emissão de aproximadamente 240 toneladas de CO2 durante o período. 

 
Programa de Conscientização


Como forma de incentivar e conscientizar também os seus mais de 51 mil colaboradores e colaboradoras quanto ao consumo consciente de energia e água, o Assaí também conta com um programa interno em suas lojas, na qual reforça as boas práticas entre o seu time e estimula metas de redução de consumo. “O país está em um cenário atípico de crise hídrica e elétrica, mas nossas iniciativas de eficiência energética atreladas a fontes de energias renováveis têm nos ajudado muito. E isso também se aplica ao nosso processo de expansão: abriremos 28 novas lojas este ano e mais 25 novas unidades por ano até 2023. Nosso parque de loja está crescendo rapidamente e essas iniciativas nos auxiliam em uma expansão responsável e consciente”, afirma. 

O Assaí também se tornou a 1ª empresa do Brasil a conquistar o Selo de Confiança da B3 para o mercado de energia. “Sustentabilidade é um dos principais pilares do nosso negócio. Seguiremos ampliando e aprimorando, cada vez mais, as nossas iniciativas de eficiência energética. Em linha com o nosso controlador Casino, a empresa também tem como meta reduzir em 30% as suas emissões de carbono até 2025 – com base no ano de 2015”, finaliza Attademo.

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

 TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINkEDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

Fonte: Assaí

Mais de Comércio & Serviços