Agronegócio

Cajucultura

Expo Caju 2021 reuniu público de 40 mil pessoas durante três dias de evento

Programação visou destacar a importância do caju para a economia do Estado

 
Evento atraiu caravanas do interior do Piauí para Teresina (Fotos: divulgação/assessoria)

 Evento atraiu caravanas do interior do Piauí para Teresina (Fotos: divulgação/assessoria)

 
 

A edição 2021 da Expo Caju, que aconteceu de 23 a 25 de setembro do Riverside Shopping, em Teresina, atraiu um público de 40 mil pessoas, segundo a organização do evento. O evento contou com exposições, debates e shows culturais durante três dias de programação.

A Expo Caju buscou potencializar a discussão sobre a utilização deste fruto regional, apresentando suas amplas formas de uso, seja na alimentação, plantio ou indústria. Ressaltando, nessa medida, a importância do caju para movimentar e impulsionar a economia do Estado e país, auxiliando no combate à fome e ao desemprego.

O público que passou pelos estandes da feira acompanhou oficinas de culinárias, palestras sobre o manejo e produção do caju, escolha da garota cajuína e da melhor cajuína, debates sobre alimentação na indústria, além de aproveitar shows de artistas regionais: Gonzaga Lu, Vale de PI e Dirceu Andrade.

Ao todo, o evento contou com a presença de 28 expositores entre 6 entidades (SAF, EMATER, Ineagro, SENAR, SESI, ECODRYTEC, UNISOL) e quatro municípios:  Barras, Monsenhor Gil, Colônia do Gurgueia, Piracuruca, bem como empresas familiares ou indústrias já estabelecidas na cultura do caju.

A Expo Caju 2021 contou com 28 expositores

Visitando as atividades do evento, Dilson Santos reconheceu a importância do caju para todo o Estado, evidenciando o seu grande potencial ao destacar que é um fruto importante para o Piauí. “É possível notar que se aproveita tudo: a castanha, o fruto, tem a cajuína, a cerveja e várias opções para fazer com ele (caju). Tenho costume de comer caju e o conheço de longa data. O potencial é grande, tanto que uma fruta só foi responsável por fazer todo um evento”, enfatiza.

A artesã Iolita Ramos, de Ipiranga do Piauí, participou pela segunda vez do evento e compartilha que o espaço é fundamental para encontrar os amigos, trocar experiências e adquirir conhecimentos sobre diversos temas envolvendo o caju. “É um evento de grande importância para o estado. Tem feito grande diferença. A Expo Caju é uma maneira muito importante de divulgar nossos produtos e vender. A gente tá muito feliz por estar aqui”, externa.

Além disso, alguns municípios fizeram caravanas para participar da Expo Caju: Picos, Monsenhor Gil, Assentamento 17 de Abril, Landri Sales, São Pedro do Piauí, União, José de Freitas, Cocal, Pio IX, Jaicos, Ipiranga e Inhuma. Já os municípios de Elesbão Veloso, Ipiranga do Piauí, Betânia do Piauí, Colônia do Gurguéia, Batalha e São João do Arraial compuseram a caravana UNISOL.

Cerca de 9 mil pessoas trabalham com o caju no Piauí

Evento valorizou o uso do caju para gerar renda e emprego

Lenildo Lima, Diretor da Cooperativa dos Produtores de Cajuína no Piauí (CAJUESPI), destaca que são mais de 9 mil pessoas trabalhando com o caju no Estado. “Estamos gerando emprego e renda para a agricultura familiar e, nessa medida, fortalecendo a cadeia do caju”, frisa. Ele ainda complementa observando que “depois dessa pandemia, temos que buscar formas de melhorar a autoestima das pessoas, trabalhando o caju em todas as suas potencialidades. Sem contar, que essa produção é importante porque diminui o número de pessoas que passam fome”, ressalta o diretor.

A Expo Caju Piauí foi uma realização da Data Eventos. O evento contou com Apoio Cultural do Prêmio Maria da Inglaterra, Lei Aldir Blanc, SIEC, Secretaria de Cultura do Piauí, Governo do Piauí, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

 

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

 TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINkEDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

Fonte: Assessoria Data Eventos

Mais de Agronegócio