Indústria

Energia renovável

Piauí supera pico de produção de energia eólica no Nordeste

Produção de energia solar e eólica já é responsável por até 91% da potência energética do Piauí

 
 
Piauí é líder na capacidade de produção de energia solar no país este ano, de acordo com a ANEEL

 Piauí é líder na capacidade de produção de energia solar no país este ano, de acordo com a ANEEL

 
 

Segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), no dia 6 de agosto de 2021, a energia eólica atingiu um novo pico de geração alcançando a marca dos 12.805 MW, que corresponde a 105,9% da demanda da região Nordeste. Além disso, a potência das usinas de energia fotovoltaica instaladas em território piauiense já conferiu ao estado a liderança na capacidade de produção de energia solar no país este ano, de acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Nesse contexto, o Governo do Piauí, através de uma parceria público privada (PPP) contratada pela Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc), está implantando oito miniusinas de energia solar. Além de reduzir os custos do Estado com energia elétrica, as miniusinas vão impactar na geração de emprego e renda nos municípios onde serão construídas.


Um desses municípios é Coivaras, que vai receber uma Miniusina de Energia Solar através da concessionária GM Energia. “A partir da luz do sol, levando energia renovável e de qualidade para o Estado, a cidade será beneficiada com a criação de 60 empregos na primeira fase, com uma média salarial de R$ 7 mil”, destaca a superintendente da Suparc, Viviane Moura.

Das oito miniusinas da PPP, a GM Energia vai gerir a de Coivaras e mais uma, que irão produzir energia para suprir a demanda da Secretaria de Estado de Saúde - SESAPI e a Secretaria de Estado de Educação - SEDUC do Piauí.

Já a concessionária Brengerpar vai implantar e operar uma miniusina em Campo Maior e outra em Altos, que serão responsáveis pela vereações de energia para a Secretaria de Estado de Administração e Previdência - SEADPREV e a Secretaria da Fazenda do Estado do Piauí - SEFAZ. A terceira concessionária é a Energias Sustentáveis, que está em processo de sondagem dos locais para construções das estruturas.

A PPP de Energias Limpas também abrange as ações do Núcleo de Formação e Pesquisa em Energias Renováveis do Piauí (Nufperpi), ligado à Universidade Estadual do Piauí (Uespi), para qualificação de mão de obra para manuseio de placas de energia solar. O Nufperpi é um espaço de formação e pesquisas voltado ao desenvolvimento do conhecimento científico e tecnológico em energias renováveis. "O projeto de energia limpa representa o pioneirismo do Piauí na busca da eficiência e autossuficiência energética no país”, comenta o coordenador do Nufperpi, professor Juan Aguiar Gonçalves.

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

Fonte: Suparc

Tags

sem tags

Mais de Indústria