logo

Sumirá em 20 segundos

Comércio & Serviços

Tendência

Grandes redes de supermercados se consolidam no atacado em Teresina

Em novo formato que também vende no varejo, as lojas têm custos menores do que o modelo exclusivamente varejista

 
Com corredores mais largos e amplo estacionamento, atacadistas ganham mais espaço em Teresina (Foto: divulgação)

 Com corredores mais largos e amplo estacionamento, atacadistas ganham mais espaço em Teresina (Foto: divulgação)

 
 

A tendência nacional de grandes redes do varejo alimentício de unir num mesmo espaço físico a venda no atacado e varejo está se consolidando em Teresina. Com custo mais baixo do que os supermercados tradicionais, o novo formato tem sido adotado pelas gigantes nacionais e regionais do setor que têm chegado à capital do Piauí: Maxxi Atacado (Grupo BIG), Atacadão (Grupo Carrefour), Assaí Atacado (ex-GPA) e Mix Atacarejo (Grupo Mateus).

Geralmente localizados em grandes avenidas, esses grandes galpões de vendas, chamados de atacado, mercadão ou atacarejos, possuem mais espaço nos corredores das prateleiras, preços em geral mais baratos e amplo estacionamento. Ao unir varejo e atacado, a estratégia é atingir tanto o cliente comum quando pequenos comerciantes.

Assaí Atacadista, na zona sudeste, vai inaugurar nova unidade na zona leste de Teresina este ano (Foto: divulgação)
Atacadão, do grupo Carrefour, foi um dos primeiros a ser inaugurado, no começo da década de 2010 (Fotos: Google)

O presidente da Associação Piauiense de Supermercados (Apisu), Raul Lopes, diz que atacarejos são tendência nacional por ter um custo menor para os empresários e portanto, mais rentáveiss. “Todas as grandes redes nacionais e regionais passaram a adotar este modelo”, afirma o empresário.

Mateus Campos, executivo de vendas da Nestlé no Piauí, atribui a expansão das lojas nesse modelo ao crescimento dos pequenos comerciantes, especialmente MEI (microempreendedor individual), que revendem os produtos em seu bairro ou cidade.

Maxxi, do Grupo BIG, instalou sua unidade na zona leste, em 2011

Ronaldo Marques, do grupo M Dias Branco, vê essa chegada de novos grupos no formato atacarejo como uma necessidade do mercado. “As empresas perceberam uma demanda reprimida para esse público. E ainda há espaço para mais crescimento”, comenta.

Ao todo, desde a chegada da primeira loja em Teresina com o formato, a Maxxi, em 2011, até o Mix Atacarejo, inaugurado no primeiro semestre deste ano na zona sul da capital, as grandes redes já investiram, segundo uma estimativa informal do site Piauí Negócios, mais de R$ 100 milhões no setor, e geraram pelo menos 2 mil empregos.

Mix Atacarejo, do grupo regional Mateus, inaugurou dois atacados em Teresina em apenas um ano (Foto: divulgação)

 

Para este ano, o Assaí vai inaugurar uma nova loja no bairro Ininga, com previsão de criar 290 empregos. A obra está em construção, mas a data da abertura ainda não foi definida.

 

 

Confira o ano da inauguração dos atacarejos em Teresina, desde 2011:

 

Maxxi Atacado (Grupo BIG)

Inauguração: 2011

Localização: zona leste

Investimento: não informado

Empregos gerados: 100

 

Atacadão (Grupo Carrefour)

Inauguração: 2011

Localização: zona norte

Investimento: não informado

Empregos gerados: 350

 

Atacadão (Grupo Carrefour)

Inauguração: 2015

Localização: zona sul

Investimento: R$ 40 milhões

Empregos gerados: 350

 

Atacadão (Grupo Carrefour)

Aquisição loja Makro: 2020

Localização: zona sul

Investimento: não informado

Empregos gerados: não informado

 

Assaí Atacadista (ex-Grupo Pão de Açúcar)

Inauguração: 2017

Localização: zona sudeste

Investimento: R$ 40 milhões

Empregos gerados: 560 (inclui indiretos)

 

Mix Atacarejo (Grupo Mateus)

Inauguração: 2020

Localização: zona leste

Investimento: Não informado

Empregos gerados: 350

 

Mix Atacarejo (Grupo Mateus)

Inauguração: 2021

Localização: zona sul

Investimento: Não informado

Empregos gerados: 440

 

Novas lojas previstas para 2021

Assaí Atacadista

Localização: zona leste

Investimento: não informado

Empregos gerados: 290

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

 TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINkEDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

Mais de Comércio & Serviços