Comércio & Serviços

Retomada

Deputado propõe retorno de eventos culturais no Piauí

Paulo Martins defende que acesso seja liberado às pessoas vacinadas

 
Paulo Martins diz que eventos culturais movimentam a economia (Foto: Alepi)

 Paulo Martins diz que eventos culturais movimentam a economia (Foto: Alepi)

 
 

O deputado Paulo Martins (PT) deu entrada em Projeto de Lei que autoriza a realização de eventos culturais, atividades esportivas e sociais. A matéria, que foi apresentada na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) na semana passada, informa que para o acesso a esses eventos é obrigatória a comprovação de vacinação e a apresentação de teste que demonstre a não infecção por Covid-19.

Para o parlamentar, Teresina depende muito desses eventos para movimentar a economia local e com os cuidados necessários é possível iniciar a reabertura. Ele acredita que o “projeto de lei deve chegar ao governo estadual ainda no mês de julho para que possa ser sancionado”. No mês de maio, Paulo Martins criticou o fato do governo federal ter vetado alguns trechos importantes do Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse), voltado para as empresas de eventos e turismo, bastante impactadas pela pandemia do novo coronavírus. Segundo o deputado, mais de 2 mil empresas do setor foram prejudicadas no Piauí devido aos vetos.

 


Leia mais

Veto a programa prejudica 2,3 mil empresas do Piauí, critica deputado


Paulo Martins prevê que “até o final de agosto nós já tenhamos 50% ou mais da população vacinada” e essa reabertura das atividades também deve servir de “estímulo para as pessoas irem buscar a segunda dose e participar de alguns eventos culturais e festivos”, diz.

Para o acesso a essas atividades, as pessoas devem apresentar um documento de identidade oficial e a carteira de vacinação contendo informações referentes à primeira e à segunda dose, ou da dose única, e a apresentação de teste de Covid-19 realizado nas últimas 24 horas. As medidas de enfrentamento ao vírus devem ser mantidas durante o evento e a fiscalização fica a cargo da organização.

 

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

 TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINkEDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

Fonte: Alepi

Mais de Comércio & Serviços