Carreira & Gestão Pública

Redefinição

Nova gestão das empresas permanecerá após a pandemia, diz especialista da Ufpi

Novas habilidades surgidas nos ambientes de negócios trouxeram vantagens às organizaçoes no Piauí

 
O uso das redes sociais para vendas de produtos deve permanecer após o fim de pandemia (Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas)

 O uso das redes sociais para vendas de produtos deve permanecer após o fim de pandemia (Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas)

 
 

A chegada abrupta da pandemia da covid-19 obrigou as empresas piauienses a buscar soluções  para sobreviver. Em meio ao maior desafio para as corporações em mais de um século, algumas habilidades surgidas com a crise pandêmica tiveram tanto êxito nos negócios que, mesmo após o fim da pandemia, irão permanecer na gestão empresarial. 

 

A empresária Myrella Lopes, estudante de administração da Universidade Federal do Piauí (Ufpi), viu o faturamento de sua empresa crescer após uma mudança de gestão no negócio, que iniciamente sofreu dois meses de vendas baixas logo no começo da pandemia. Sua empresa de produtos personalizados, montada em 2018, já havia funcionado em três pontos físicos diferentes da Teresina. Com a crise, todo o maquinário e materiais foram transferidos para a residência da família. 

 

 

Myrella conseguiu aumentar as vendas de sua loja de produtos personalizados em 150% com as redes sociais (Fotos: Ufpi)


 

A insegurança que levou a dois meses difíceis com alta queda nas vendas precisou ceder lugar para novas ações. Com planejamento e uso de novas estratégias, Myrella Lopes, decidiu inovar. "Foquei minhas energias na divulgação da empresa no Instagram. Através de datas comemorativas, fomos ganhando visibilidade dentro desta rede social”, lembra. A loja de Myrella teve um aumento de mais de 150% nas vendas, se comparado a média de vendas mensais quando a empresa era apenas física.

 

Assim como a Myrella, muitos gestores precisaram se adaptar para manter os seus negócios funcionando nesse período de pandemia da covid-19. Segundo o administrador e professor da Ufpi, Cléverson Vasconcelos da Nóbrega, os gestores e colaboradores precisam desenvolver novas habilidades e competência para lidar com o cenário marcado pela tendência do trabalho remoto, que faz uso das novas tecnologias, dentre elas, as redes sociais.

 

Novas habilidades se tornaram necessárias com a chegada da pandemia, afirma professor da Ufpi Cléverson Nóbrega

 

Cléverson Nóbrega frisa que estamos passando por um processo de reconfiguração e que algumas mudanças irão permanecer pelos benefícios que apresentaram. “Os custos foram reduzidos, os processos se tornaram mais ágeis e algumas pessoas que anteriormente ainda eram avessas à tecnologia, hoje podem dizer que estão mais adaptadas”.


“Assim, alguns processos precisam ser revistos na estrutura organizacional, uma vez que tal atividade requer uma força de trabalho com mais flexibilidade. Acho que a palavra de ordem nesse momento é resiliência, ou seja, a capacidade que as organizações precisam ter para se adaptar a esse novo contexto”, destaca o professor.


Para Myrella Lopes, um dos pontos positivos do período de isolamento foi a possibilidade de dar uma atenção maior à empresa dentro do universo virtual, o que possibilitou alcançar mais clientes. Para alcançar e fidelizar o público, a gestão investiu no atendimento personalizado ao cliente, catálogo atraente e parcerias com outras empresas.


Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

 TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINkEDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

Fonte: Ufpi

Mais de Carreira & Gestão Pública