Artigos & Colunas

Fundos imobiliários

Os fundos imobiliários mais negociados em fevereiro e março/2021

KNIP11 permanece na liderança das negociações, seguido por DEVA11, em fevereiro, e por IRDM11, em março

 
 
 

Todo os meses, a Bolsa de Valores divulga um Boletim de Fundos Imobiliários, com várias informações sobre esse tipo de investimento[1], entre as quais uma lista com os 10 fundos mais negociados no mês.

 

Desde janeiro/2021, o fundo que lidera as negociações é o Kinea Índice de Preços (KNIP11). Sobre ele já falamos aqui na coluna, como você pode rever aqui: https://pinegocios.com.br/noticia/547/O-fundo-imobiliario-mais-negociado-em-janeiro/2021

 

No mês de fevereiro, logo depois do KNIP11, aparece no 2º lugar o fundo Devant Recebíveis Imobiliários (DEVA11), com um volume médio diário de negociação no montante de R$ 10.915.000,00.

 

Fonte: Boletim Mensal de Fundos Imobiliários-Fevereiro de 2021/B3

 

                        O DEVA11 é um fundo novo, iniciado em agosto de 2020, que tem por objetivo “auferir rendimentos e ganhos de capital advindos das aplicações em ativos financeiros com lastro imobiliário, basicamente Certificados de Recebíveis Imobiliários – CRI”, como informa o seu relatório gerencial referente ao mês de fevereiro[2].

 

Já no mês de março, também na 2ª posição, pois o KNIP11 não deixa a liderança, vemos o fundo Iridium Recebíveis Imobiliários (IRDM11), que teve um volume médio diário de negociação de R$12.055.000,00.

 

 

Fonte: Boletim Mensal de Fundos Imobiliários-Março de 2021/B3

 

                        Segundo o relatório gerencial de fevereiro/21, o IRDM11 é um fundo que tem como foco principal o investimento em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs), mas também pode investir em outros ativos imobiliários, complementarmente, inclusive em cotas de outros fundos imobiliários.[3]

 

Para saber mais detalhes sobre o DEVA11 e o IRDM11, assista o vídeo no meu canal do YouTube, em que eu estudo os últimos relatórios gerenciais: https://youtu.be/PQu0MSzS03c

 

Destaco que este é um conteúdo meramente informativo, que não deve ser entendido como recomendação de investimento/desinvestimento. Se você busca recomendações, sugiro os serviços do analista CNPI Rodrigo Medeiros, do research DESMISTIFICANDO FII: https://go.hotmart.com/C22271089T

 

Viu esse texto na nossa coluna aqui no site Piauí Negócios, mas não conhece os fundos imobiliários? Então dá uma olhada no meu livro, que está disponível na Amazon: https://amzn.to/3k6qDAd

 

 

[1] Link para baixar o Boletim de Fun

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

 TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINkEDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

 

dos Imobiliários mais recente: http://www.b3.com.br/pt_br/produtos-e-servicos/negociacao/renda-variavel/fundos-de-investimentos/fii/boletim-mensal/

 

[2] Relatórios gerenciais do DEVA11 disponíveis em: https://www.devantasset.com.br/deva11

 

[3] Relatórios gerenciais do IRDM11 disponíveis em: https://iridiumgestao.com.br/recebiveis-imobiliarios/#relatrios-mensais

 

 

 

Fonte: João Ricardo Imperes Lira - investidor

Tags

sem tags

Mais de Artigos & Colunas