Indústria

Infraestrutura

Investimento amplia energia em Parnaíba e mais oito municípios do Norte do Piauí

Novo ponto de suprimento da Equatorial vai beneficiar diretamente 93 mil clientes da empresa em cidades próximas

 
Linhas de distribuição: menos oscilação de energia (Foto: divulgação)

 Linhas de distribuição: menos oscilação de energia (Foto: divulgação)

 
 

A Equatorial Piauí concluiu na semana passada um investimento da rede que vai melhorar o fornecimento de energia em Parnaíba e mais oito municípios circunvizinhos. A empresa realizou a energização das duas linhas de distribuição 138kV que interligam as subestações Parnaíba III a Tabuleiros II, na região norte do estado. O investimento foi de R$ 7 milhões.

 

O novo ponto de suprimento Parnaíba III possibilitará o abastecimento de toda a carga em nove municípios: além de Parnaíba, serão beneficiados 93 mil clientes em Luís Correia, Buriti dos Lopes, Cajueiro da Praia, Ilha Grande, Bom Princípio do Piauí, Cocal, Caxingó e Murici dos Portelas.

 

Esses municípios são que atualmente são atendidos pelo ponto de Suprimento situado em Piripiri, com 141km de extensão.  O ponto Parnaíba III está localizado a apenas 10 km de distância da Subestação Tabuleiros II, contribuindo para a redução das perdas técnicas, que são inerentes ao sistema no processo de transporte da energia.

 


Leia mais

Chegada de novas empresas eleva importância do polo industrial de Parnaíba

 

Equatorial garante melhoria na energia como novas subestações e linhas de transmissão

 

BNDES aprova R$ 643 milhões para Equatorial Piauí melhorar serviços


 

O aumento da confiabilidade no sistema é outra grande melhoria que o investimento traz. O atual ponto de suprimento da região, localizado em Piripiri, é alimentado em uma tensão de 230 kV, enquanto que, no novo ponto de suprimento Parnaíba III, a tensão de alimentação é de 500kV, o que o classifica como um ponto forte na Rede Básica. Na prática, isso significa menos oscilações de energia para todos os clientes e mais segurança no sistema.

 

A entrada deste circuito duplo também traz benefícios por proporcionar uma redundância entre pontos de alimentação, já que, agora, ao invés de serem alimentados por um único ponto de suprimento, os municípios passam a contar com dois pontos. “A possibilidade de redundância é algo muito importante para a Operação do sistema. Caso haja um problema em um dos pontos, todas as cargas podem ser transferidas para suprimento pelo ponto redundante, até que seja identificado e corrigido o defeito no circuito. Isso permite recompor o sistema com rapidez, reduzindo o tempo de interrupção em casos de ocorrências na região”, destaca o gerente do Centro de Operações, Dênis Alfredo.

 

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

 

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

 TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINkEDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

Mais de Indústria