Indústria

Negócios

Piauí vai construir parques empresariais em vários municípios do Estado

Governo se inspirou no Parque Empresarial de Timon, que teve R$ 30 milhões de investimentos e fatura R$ 200 milhões

 
O Parque Empresarial de Timon foi inaugurado em 2014 e é um exemplo de experiência bem sucedida

 O Parque Empresarial de Timon foi inaugurado em 2014 e é um exemplo de experiência bem sucedida

 
 

Diversos municípios piauienses se tornarão ainda mais atrativos com a implantação do InvestPiauí, que faz parte do programa de investimento do Estado, o PRO Piauí. A proposta é desenvolver parques empresariais em cidades piauienses, a exemplo de experiências bem sucedidas, como o Parque Empresarial de Timon, no Maranhão, cujo investimento foi de R$ 30 milhões e tem faturamento de R$ 200 milhões.

 

O InvestPiauí é uma política de atração de empresas para os polos empresariais, priorizando setores considerados estratégicos para o Estado, como comércio atacadista, energias renováveis, logística, mineração, tecnologia (Educação e Saúde), serviços, agro, turismo, farmacêutico e construção civil. O projeto foi apresentado ao governador Wellington Dias nesta quarta-feira (6) pelo secretário de Estado da Fazenda e coordenador do PRO Piauí, Rafael Fonteles, e pelo secretário municipal interino de Planejamento, Orçamento e Gestão de Timon, Victor Hugo Almeida.

 

“Dentro da política do PRO Piauí, o governador quer desenvolver parques empresariais em diversos municípios do Estado, integrando serviços, comércio atacadista, indústria, agroindústria. Conhecendo a experiência do Parque Empresarial de Timon, uma experiência bem sucedida, para nos ajudar na criação desse projeto importante, que vai levar parques empresariais para as diversas regiões do estado do Piauí, aumentando o desenvolvimento econômico, que é uma das políticas do PRO Piauí; a atração de investimentos, bem como a geração de emprego e renda. Então, é mais uma iniciativa do PRO Piauí que está começando a ser elaborada e será desenvolvida nos próximos meses”, destacou o gestor.

 

O coordenador do PRO Piauí acrescenta ainda que estudos serão realizados para implementação dos parques nos municípios polos. “Ainda estamos fazendo os estudos, mas a ideia é que os municípios polos sejam beneficiados no decorrer do tempo. O fato é que, com parceria com os municípios, iremos devolver esses parques empresariais, que envolvem não só a parte industrial, mas também comércio, serviço e a parte de agroindústria também”, completou Rafael Fonteles.

 

O governador do Piauí, Wellington Dias também comemorou o avanço do programa e enfatiza que os resultados deverão ser os melhores possíveis. “Estamos dando um passo a mais com um olhar especial para os investimentos na área internacional, integrado com investidores no Brasil ou mesmo no âmbito local, focado em algumas regiões no qual o Piauí tem um potencial maior. Assim, é possível que, de forma organizada, com o município, como é uma é uma atração incentivada por meio de uma política fiscal adequada, uma infraestrutura adequada, ter a implantação de empresas que distribua não só para o Piauí, como também para os nossos vizinhos Ceará, Pernambuco, Bahia e Maranhão”, ressaltou.

 

Parque Empresarial de Timon

 

O Parque Empresarial de Timon no dia 20 de novembro de 2014 e marcou o início de um novo momento de independência e desenvolvimento econômico para o município, que agora usufrui das riquezas e benefícios que serão gerados pelo empreendimento.

 

A obra do Governo do Estado, em parceria com a Prefeitura de Timon, oferece espaço produtivo às empresas que queiram se instalar no local, gerando desenvolvimento econômico, emprego e renda. Para a realização do Parque, foram investidos mais de R$ 11 milhões, por parte do Estado, e, mais de R$ 7 milhões do município de Timon.

 

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

 TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINDEKDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

 

Fonte: Governo do Estado do Piauí

Mais de Indústria