Pesquisas

Retomada

Piauí registra crescimento de emprego pelo quarto mês seguido

Foram mais de 3 mil vagas criadas a mais do que demissões em outubro, segundo o Ministério da Economia

 
O setor da indústria continua a gerar emprego após um primeiro semestre de muitas demissões (Foto: Governo do Piauí)

 O setor da indústria continua a gerar emprego após um primeiro semestre de muitas demissões (Foto: Governo do Piauí)

 
 

O Piauí apresentou pelo quarto mês seguido crescimento na geração de empregos, o que confirma a consolidação de que o impacto negativo da pandemia no mercado de trabalho está arrefecendo. Segundo a Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, em outubro foram geradas 3.492 vagas a mais do que demissões. No mês mais crítico de 2020, em abril, foram mais de 6 mil demissões acima das contratações no estado.

 

O setor de serviços, com 1.525 contratações, foi o que mais gerou empregos, seguido do comércio, com 1.1140. Os dois segmentos foram justamente os mais afetados no auge da pandemia, devido à restrição de atividades econômicas, como fechamento de lojas e restrição da circulação das pessoas.

 

 

 

Um setor que não afetado pela crise, o da agricultura, registrou saldo negativo em outubro, com 230 demissões a mais que admissões. O resultado pode ser atribuído à enfressafra, período em que Já a construção (842 vagas) e indústria (215) seguem a retomada após um período crítico no primeiro semestre.

 


Leia mais

Piauí cria empregos pelo segundo mês, mas comércio e serviços ainda demitem

 

Com ajuda do governo, 18 mil empresas do Piauí mantiveram 102 mil empregos

 

Menor peso da indústria no PIB do Piauí adia a recuperação de empregos


 

Desde o início de 2020, o período em que ocorreu aumento do desemprego foi de março a junho, com recuperação gradual a partir de julho, mês em que houve a retomada das atividades econômica, embora a pandemia ainda esteja ocorrendo.

 

O governador Wellington Dias destacou o crescimento contínuo de novos postos de trabalho é o resultado dos investimentos do Programa de Retomada Organizada – PRO Piauí como alavanca para retomada economia.

 

 

“Na pandemia saímos do pico em fevereiro de 299 mil empregos para 288 mil em abril/maio e agora em outubro voltamos para 297 mil. Isso mostra que o PRO Piauí está dando resultados, e com a antecipação do 13º salário dos servidores, em agosto, além da atração de investimentos, ajudando a aquecer o comércio, serviços e construção civil. Assim, poderemos entrar em 2021 com ambiente positivo”, disse Wellington.

 

Segundo um relatório da Secretaria de Planejamento do Estado, o crescimento significativo em outubro evidencia uma aproximação do estoque de empregos do período anterior à crise da Covid-19, em janeiro de 2020.

 

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

 TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINDEKDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

 

Mais de Pesquisas