Carreira & Gestão Pública

Educação

Tecnologia garantiu 65 mil capacitações de professores no Piauí em 2020

O programa "No Chão da Escola", da Secretaria de Educação do Piauí, realizou, desde o início da pandemia, 33 cursos

 
Gilde Milu (superior direito) destaca intenso uso de tecnologias para garantir formação (Foto: divulgação)

 Gilde Milu (superior direito) destaca intenso uso de tecnologias para garantir formação (Foto: divulgação)

 
 

Da mesma forma que as aulas presenciais nas escolas estaduais foram substituídas por atividades online em meios digitais, por decisão do Ministério da Educação (MEC), a Secretaria de Estado da Educação do Piauí (Seduc) também reinventou o principal programa de formação continuada de professores e demais profissionais da rede e conseguiu a marca de 65 mil capacitações de março até o momento.

 

O programa "No Chão da Escola", por meio da Unidade Técnica do Chão da Escola (UTECE), realizou, nesse período, 33 cursos para professores, gestores e outros profissionais que integram o dia-a-dia das escolas em todo o Estado. O trabalho foi realizado em duas etapas. A professora Gildete Milú, diretora da UTECE, relata que no início da pandemia a Seduc iniciou a preparação dos coordenadores das Gerências Regionais para replicarem as formações para as escolas, criando o Canal de Formação no Chão da Escola.

 

"Nós da Seduc tivemos também que nos reinventar. Nossos professores necessitavam de apoio tecnológico para desenvolver uma atividade para a qual não estavam preparados. O secretário da Educação, Ellen Gera, teve a sensibilidade de acolher a necessidade, e veio o grande desafio, como fazer esse apoio no momento de isolamento? Então foi criado o Canal Formação no Chão da Escola e, através deste, as formações estão acontecendo. Elas atendem os professores em suas necessidades, temos tido bons resultado, bons feedbacks", destaca a diretora.

 

Foram implementados cursos virtuais para uso das ferramentas tecnológicas, como o iSeduc, aplicativos para aulas, atividades escolares, ensino remoto e ensino híbrido. Próximo ao retorno às aulas presenciais, foram realizadas formações em protocolo biosanitário. O aspecto emocional dos professores também foi tema de formações, com a parceria com o Instituto Península e a disponibilização da plataforma Vivecer.

 

"Nossa plataforma no Youtube já conta com quase 2 mil inscritos e a frequência dos cursos é feita através do link. A UTECE tem desempenhado seu papel com grande êxito. Pudemos acompanhar o professor nos momentos mais importantes", finaliza a diretora Gildete Milu.

 

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

  TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINDEKDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

 

Mais de Carreira & Gestão Pública