Indústria

Minério

Empresas dos EUA querem explorar níquel em Capitão Gervásio, no Sul do Piauí

Comunicado foi feito pelo embaixador americano Todd Chapman ao governador Wellington Dias

 
O embaixador americano Todd Chapman e o governador Wellington Dias, em Brasília (Fotos: divulgação)

 O embaixador americano Todd Chapman e o governador Wellington Dias, em Brasília (Fotos: divulgação)

 
 

O embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, informou ao governador Wellington Dias nesta terça-feira, dia 20, em Brasília, que empresas americanas demonstram interesse na exploração do níquel no município de Capitão Gervásio Oliveira, no sudeste do Piauí.

 

“É uma captação entre empresa-empresa, mas fundamental em uma região que precisa muito, que tem uma importante reserva de níquel já estudada, já precificada, em condições de bons resultados e agora é o momento da capitalização e dos recursos necessários com a Piauí Níquel. Esse aporte americano vai permitir a geração de emprego e renda nessa região”, ressaltou Wellington Dias.

 

A Piauí Níquel Metais S.A. (PNM) faz parte do grupo da Inglaterra Brazilian Nickel, que possui uma base em Capitão Gervásio para explorar o Projeto Piauí Níquel, com previsão de produção de níquel em 2021. O minério é muito utilizado no setor industrial, reconhecido principalmente pela sua grande resistência mecânica.

 

Estudos indicam que na jazida de Capitão Gervásio existem aproximadamente 70 milhões de toneladas de níquel para serem exploradas durante 18 anos.

 

Jazida em Capitão Gervásio, no sudeste piauiense

 

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

 TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINDEKDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

Mais de Indústria