Comércio & Serviços

Pandemia

87 empresas de turismo do Piauí aderem a selo de segurança contra a Covid-19

Selo Turismo Responsável já tem adesão de ais de 11 mil empresas no Brasil

 
O selo pode ser baixado no site do Ministério do Turismo (Divulgação)

 O selo pode ser baixado no site do Ministério do Turismo (Divulgação)

 
 

Um dos setores mais afetados pela pandemia do novo coronavírus, o turismo ensaia um retorno de forma gradual. No Piauí, 87 empresas prestadoras de serviços turísticos já solicitaram a emissão do selo “Turismo Responsável – Limpo e Seguro”, iniciativa do Ministério do Turismo que assegura que os locais que aderirem ao selo cumprem protocolos específicos para a prevenção da Covid-19.

 

O selo disponibiliza protocolos para meios de hospedagem; agências de turismo; transportadoras turísticas; organizadoras de eventos; parques temáticos; acampamentos turísticos; restaurantes, cafeterias, bares e similares; parques temáticos aquáticos; locadoras de veículos para turistas, guias de turismo, entre outros.

 

O empresário do setor de agências viagens José Roberto Piovan garante que aderir o selo trouxe mais tranquilidade. “Não é uma obrigatoriedade, mas ainda assim nos sentimos responsáveis para aderir o selo, pois com ele mostramos o nosso interesse em continuar com a atividade turística com segurança. Certamente os turistas estarão mais exigentes e queremos acompanhar isso seguindo as medidas”, afirma o empresário.

 

Os segmentos com maior número de solicitações do selo até agora são meios de hospedagem (41), agência de turismo (19) e transportadora turística (14). As cidades com maior quantidade de selo emitidos são Teresina (25), Cajueiro da Praia (19) e Parnaíba (16).

 


Leia mais

Hotéis do litoral do Piauí chegam a lotar em feriados prolongados

Teresina recebeu 857 mil turistas em 2019, aponta pesquisa

Ao visitar Teresina, turistas preferem ônibus a avião, diz pesquisa


 

Em todo o Brasil já são mais de 11,3 mil pedidos do selo. A iniciativa lançada pelo Ministério do Turismo há quase dois meses tem como objetivo auxiliar que o setor de turismo brasileiro retome as suas atividades o mais breve possível e atenda aos pré-requisitos do novo perfil de turista que surgirá com a pandemia de coronavírus.

 

Para ter acesso ao selo, as empresas e guias de turismo precisam estar devidamente inscritos no Cadastur (Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos). Essa é a primeira etapa do Plano de Retomada do Turismo Brasileiro, coordenado pelo Ministério do Turismo, com o objetivo de diminuir os impactos da pandemia e preparar o setor para um retorno gradual às atividades.

 

Para o secretário de Estado do Turismo, Flávio Nogueira Júnior, o selo é uma forma de tranquilizar os turistas e ainda engrandecer as empresas. “Por meio do selo, vemos que o trabalho parte não somente do empresário que busca por mais segurança no seu empreendimento, mas também dos turistas que são os fiscais e avaliam os locais que seguem as exigências dos protocolos. É importante que neste momento mais empresas façam a adesão, para, assim, mostrar aos turistas o interesse em recebê-los com proteção”, afirma o gestor.

 

O selo, que é totalmente gratuito, deverá ser colado em local de fácil acesso ao cliente e conterá um QR Code pelo qual o turista poderá consultar as medidas adotadas por aquele empreendimento e/ou profissional. Além disso, possibilitará a realização de denúncias em caso de descumprimento, o que poderá resultar em revogação do selo.

 

“O sucesso desta iniciativa comprova que estamos no caminho certo para o início das atividades do nosso setor, que foi tão afetado por esta pandemia, e integra o conjunto de ações de retomada que vem sendo desenvolvido pelo Ministério do Turismo. Acredito que o selo atende aos anseios do setor e dos turistas que estarão mais atentos aos protocolos de biossegurança, dando tranquilidade a todos”, comentou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

 

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

 TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINDEKDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

YOU TUBE

👉🏾 https://www.youtube.com/channel/UCqRed2t13tL6AreY3vMcAwA

Fonte: Governo do Piauí

Mais de Comércio & Serviços