Artigos & Colunas

Fundos imobiliários

Suno30: um novo índice de referência para fundos imobiliários

Suno Research apresenta um novo benchmark para auxiliar os investidores de fundos imobiliários

 
 
 

No artigo sobre fundos imobiliários e a taxa SELIC, apresentei ao leitor do PIAUÍ NEGÓCIOS o IFIX, índice que mede o desempenho dos fundos imobiliários. Confira aqui: https://pinegocios.com.br/noticia/264-Fundos-imobiliarios-e-taxa-selic.

 

Ocorre que o IFIX vem recebendo críticas, uma vez que os critérios[1] para inclusão de um fundo na carteira teórica do índice tem gerado situações bem esdrúxulas.

 

Por exemplo: na data em que escrevo este artigo, o fundo com maior participação no IFIX, que é o Kinea Renda Imobiliária FII (KNRI11), apresenta um patrimônio líquido de mais de três BILHÕES de reais (R$ 3.768.054.974 para ser mais específico), possuindo 10 edifícios corporativos e 09 galpões logísticos em 03 Estados da Federação, com uma taxa de vacância física de 5,58% [2].

 

Já o fundo com menor participação no índice, o TRX Edifícios Corporativos FII (XTED11), possui um único edifício corporativo que está totalmente vago. “Desde junho de 2016 não há distribuição de rendimentos devido a vacância do Fundo”, segundo o relatório gerencial mais recente (maio/2020).[3]

 

Não se trata de recomendação de investimento (nem de desinvestimento). Mas é nítida a diferença entre os dois fundos. Como entender que ambos integram o mesmo índice de referência?

 

Tentando, pois, evitar esse tipo de incoerência, e muitas outras que podem ser encontradas ao analisarmos a carteira atual do IFIX, a casa de analise Suno Research desenvolveu um novo índice, denominado SUNO30 (SNFI), anunciado ao mercado nessa semana.

 

De acordo com informações extraídas do site da Suno Research, o índice “será composto de trinta ativos dentre os fundos ‘de tijolo’, ‘de papel’ e híbridos negociados na bolsa de valores (B3). Tratam-se dos FIIs de maior patrimônio líquido negociados que atendam a quatro critérios. São eles: Pelo menos um pagamento de proventos ao longo dos últimos doze meses (Dividend Yield maior que zero nos últimos 12 meses); Fazer parte da composição do IFIX; Não ser um Fundo de Fundos (FoF); O Fundo deve possuir mais que um ativo”.

 

Ainda segundo o site da Suno, a ideia é “que este novo índice reflita melhor os objetivos, características, pontos fortes e fraquezas da maioria dos investidores de fundos imobiliários, representando a melhor relação risco X retorno do mercado”[4].

 

Para complementar esse artigo, convido o leitor a assistir um vídeo no meu canal do YouTube (IMPERES FIIS) em que eu comento sobre o índice SUNO30 e apresento esclarecimentos do Professor Marcos Baroni, vice-presidente de FIIs da Suno Research. Veja em: https://youtu.be/iS2iesZay54

 

 


NOTAS

 

[1] Os critérios para que um fundo integre o IFIX podem ser consultados no site da B3: http://www.b3.com.br/pt_br/market-data-e-indices/indices/indices-de-segmentos-e-setoriais/indice-de-fundos-de-investimentos-imobiliarios-ifix.htm

 

[2] Dados do relatório gerencial mais recente do KNRI11 (ref. Maio/2020). Acesse em: https://fnet.bmfbovespa.com.br/fnet/publico/exibirDocumento?id=98893&flnk

 

[3] Relatório gerencial do XTED11 disponível em: https://fnet.bmfbovespa.com.br/fnet/publico/exibirDocumento?id=100019&flnk

 

[4] Fonte: Suno Research. Acesse em https://www.sunoresearch.com.br/indice-suno-30-fiis/

 

LIVROS SUGERIDOS

 

- BACCI, André L F S. Introdução aos Fundos de Investimento Imobiliário. Adquira na Amazon: https://amzn.to/2UkWjrx

 

- BARONI, Marcos; BASTOS, Danilo. Guia Suno Fundos Imobiliários: introdução sobre investimentos seguros e rentáveis. Suno Research. Adquira na Amazon: https://amzn.to/2MLCc1v

 

- MENDES, Roni Antônio. Fundos de Investimento Imobiliário: aspectos gerais e princípios de Analise. Novatec Editora. Adquira na Amazon: https://amzn.to/30mxYW8

 

- MIZOBUTI, Fernando. Adeus Previdência!: prepare-se para se aposentar por conta própria ou encare as consequências. Bastter. Adquira na Amazon: https://amzn.to/3f71aVx

 

Siga o Piauí Negócios nas redes sociais

FACEBOOK

👉🏾 https://www.facebook.com/pinegocios

INSTAGRAM

👉🏾 https://www.instagram.com/pinegocios

 TWITTER  

👉🏾 https://twitter.com/@negociospiaui

LINDEKDIN

👉🏾 https://www.linkedin.com/company/piauí-negócios/

Fonte: João Ricardo Imperes Lira - investidor

Mais de Artigos & Colunas