Agronegócio

Produção agrícola

Produtor do Cerrado piauiense recebe prêmio nacional

Cornélio Sanders atua em quatro municípios no sudoeste do Estado e venceu o Prêmio Personagem Soja Brasil

 
Cornélio Sanders produz soja no Piauí há 19 anos (Foto: divulgação)

 Cornélio Sanders produz soja no Piauí há 19 anos (Foto: divulgação)

 
 

Com 50,1% dos votos, o presidente do Grupo Progresso, Cornélio Adriano Sanders, produtor de soja no Piauí, foi o vencedor do Prêmio Personagem Soja Brasil (Safra 2019/2020), na categoria produtor rural. O evento anual é promovido pelo Canal Rural e Aprosoja Brasil e reconhece nomes que têm feito a diferença na sojicultura brasileira. A premiação aconteceu no dia 29 de abril, transmitida pela internet devido à pandemia da Covid-19.

 

Representando o Grupo Progresso, com sede em Sebastião Leal, no Cerraado piauiense, Cornélio Adriano Sanders concorreu com outros três produtores brasileiros. Houve escolha também de pesquisadores, tanto por voto popular e como por uma comissão julgadora. Cornélio ganhou na categoria voto popular, que escolheu a pesquisadora Francismar Guimarães, da Embrapa Soja. Os outros dois vencedores, escolhidos por uma comissão julgadora, foram o produtor Rogério Ferrarin (Mato Grosso) e Beatriz Ferreira, também da Embrapa Soja.

 

O presidente da Aprosoja Brasil, Bartolomeu Braz, parabenizou produtores e pesquisadores vencedores. “Vocês fazem a diferença em suas regiões de atuação e são também responsáveis pela produção e desenvolvimento da soja mais sustentável do mundo”, afirmou.

 

Leia também

Assista a premiação do Personagem Soja Brasil 2019/2020

Puxado pelo setor agrícola, PIB do Piauí cresce 7,7%

Indiferente à crise, setor agrícola do Piauí cresce 15% em 2020
 

 

Cornélio é gaúcho, filho de imigrantes holandeses. Ele começou a investir no Piauí em 2001, para onde se mudou, constituiu família e ergueu o Grupo Progresso, que produz soja, milho, algodão e sorgo em mais de 70 mil hectares.

 

Das oito fazendas do grupo, sete estão no Piauí, sendo duas em Sebastião Leal, onde fica a sede, três Uruçuí, uma em Guadalupe e outra em Baixa Grande do Ribeiro. Há também uma fazenda em Paracatu (MG). O grupo Progresso gera cerca de 400 empregos diretos.

 

A soja é a cultura mais rentável do Piauí e representa metade de toda a produção agrícola do Estado. Segundo o IBGE, a produção de grãos 2019/2020, que está na fase de colheita, deverá chegar a 2,5 milhões de toneladas, um recorde.

Fonte: Aprosoja e Grupo Progresso

Mais de Agronegócio