Comércio & Serviços

Pandemia

Queda de 90% nas vendas: "Esta é a crise mais desafiadora", lamenta empresário

Itamar Filho pretende a recorrer a empréstimo para superar atual crise

 
O empresário em frente à sua empresa (Foto: arquivo pessoal)

 O empresário em frente à sua empresa (Foto: arquivo pessoal)

 
 

O empresário Itamar Filho, dono de uma gráfica em Teresina, registrou uma queda de 90% no faturamento desde o início da crise do coronavírus, em março. Apesar disso, ainda não recorreu a nenhuma linha de crédito. O motivo é que, segundo ele, o que os bancos estão anunciando não condiz com a realidade. “Mesmo com anúncios por parte do governo federal de linhas emergenciais para pequenas e médias empresas, o que se viu na pratica foi o oposto. O Ministério da Economia nos dava esperança, porém os bancos nos informavam algo totalmente diferente, alegando que tais linhas não estavam disponíveis”, revela.

 

Itamar aponta que isso é um grande erro do governo, pois a maioria dos empregos do Brasil se concentram nas micro, pequenas e médias empresas. “Se não houver uma ajuda desburocratizada de capital de giro, infelizmente vamos ver um cenário econômico desastroso no nosso Estado e País”, prevê.

 

A esperança do empresário é que o presidente da República Jair Bolsonaro sancione o Projeto de Lei 1.282/2020, já aprovado pelo Congresso Nacional, que concede uma linha de crédito especial para micros e pequenas empresas mesmo que tenham alguma restrição e outras exigências comuns operações deste tipo.

 

A fábrica de Itamar possui 16 anos de mercado e fez, há um ano e três meses, um investimento na aquisição de impressora alemã offset de cinco cores. Por isso, caso não consiga crédito, pretende reduzir a equipe ou se desfazer de parte de seu patrimônio. “Já enfrentamos outras crises, mas esta é a mais desafiadora. Nossas vendas caíram entre 85% e 90%”, lamenta.

 

Leia também

Em crise por causa da pandemia, empresas do Piauí reclamam na demora de liberação de crédito

 

Empresa piauiense recorre a três empréstimos para sobreviver à crise do coronavírus

 

A pior crise que estamos vivendo", relata empresário de transporte de carga

 

Piauí Fomento, BB, CEF e BNB: conheça as linhas de crédito para empresas

 

Senado aprova lei que permite crédito a empresas com restrições financeiras

 

Caixa oferece crédito às empresas, com carência de até um ano

 

Banco do Nordeste lança crédito emergencial para empresas com juros de 2,5% ao ano

 

MP dispensa documentos para empresas pedirem crédito a bancos públicos

 

Sebrae-PI ensina 10 dicas para empresas enfrentarem a crise do coronavírus

Mais de Comércio & Serviços