Indústria

energia limpa

Usina permitirá biodiesel mais barato para o Piauí

Empresa inaugurada nessa terça-feira vai produzir em Floriano combustível que antes era oriundo do Mato Grosso

 
Usina vai produzir 300 mil litros por dia (Foto: Divulgação)

 Usina vai produzir 300 mil litros por dia (Foto: Divulgação)

 
 

O preço do biodiesel vendido ao Piauí vai cair, segundo o diretor da Unibras, José Wagner, ao inaugurar na última terça-feira (28) a usina Unibras, em Floriano. Com a produção será local, não haverá o custo do frete do combustível, que hoje chega ao Piauí via Mato Grosso, onde está outra usina da empresa.

 

A Unibras vai produzir biodiesel a partir de soja numa usina que estava desativada desde 2009. Fundada pela Brasil Ecodiesel em 2005, a usina produzia o combustível a partir da mamona. Foi adquirida no começo de 2009 pela Unibras, que investiu R$ 60 milhões para requalificar a planta. “A Unibras veio com o objetivo de desmontar a indústria mas quando chegamos aqui vimos o potencial da região. Nossa indústria em Mato Grosso fornece 95% de biodiesel para o Nordeste do Brasil e a gente resolveu trazer o combustível aqui para mais perto. Então, o Piauí pode esperar um biodiesel bem mais barato porque não vai existir frete, além de gerar empregos”, ressaltou o gestor.

 

A usina prevê a produção de 300 mil litros de biodiesel por dia e deve gerar 150 empregos diretos e 400 indiretos. O governador Wellington Dias participou da inauguração. “Estamos aqui também implantando um programa novo, com a possibilidade do biodiesel do cártamo, uma oleaginosa que produz mais óleo do que a soja que pode ser cultivada em lugares com pouca chuva, ou seja, é a cara do Piauí. Esta é uma atividade que, certamente, vai dar bons resultados, gerar emprego e renda no Piauí”, destacou.

Fonte: Governo do Piauí

Mais de Indústria