Pesquisas

Vendas

Índice de confiança do comércio de Teresina é o melhor em 9 meses

Levantamento da Fecomércio ouviu 135 empresários da capital no final de dezembro

 
A expectativa positiva sobre a economia vem crescendo em Teresina (Reprodução)

 A expectativa positiva sobre a economia vem crescendo em Teresina (Reprodução)

 
 

Os empresários do comércio de Teresina estão com a melhor expectativa em relação à economia local dos últimos nove meses. Segundo a pesquisa do Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC), realizada pela Fecomércio-PI em parceria com a Confederação Nacional do Comércio (CFC), o ICEC chegou a 132,5 pontos, o maior desde abril de 2019, quando chegou a 133,2 pontos.

 

O ICEC trabalha com um sistema de pontos. Acima de 100 encontra-se a situação de otimismo e abaixo deste valor diz respeito a pessimismo. O índice 100 é a fronteira entre a avaliação de satisfação e insatisfação dos empresários, também chamado de índice de indiferença. O estudo foi feito nos últimos dez dias de dezembro de 2019.

 

A pesquisa tem por objetivo medir com precisão  a percepção que os comerciantes têm sobre o nível, atual e futuro, da propensão a investir em curto e médio prazo. “É uma boa ferramenta  para o varejo, para os fabricantes e para as instituições financeiras. O levantamento atinge 135 empresas do comércio de bens e serviços”, afirma o economista Nonato Paz, da Fecomércio-PI. “O resultado mostra que os empresários de Teresina, apesar do clima de incerteza na economia, ainda apresentam otimismo satisfatório”, diz Paz.

 

A pesquisa é realizada levando em conta três aspectos importantes: as Condições Atuais, as expectativas do Comércio e os investimentos.

 

CONDIÇÕES ATUAIS

Com relação as Condições Atuais da Economia Brasileira (CAE), 61,1% dos empresários terenenses abordados pela pesquisa disseram que a economia melhorou neste mês  com relação ao último mês do ano passado. “Este é o cenário visto pela Fecomércio-PI, baseado nos indicadores como baixa inflação, baixas taxas de juros e perspectivas de crescimento do PIB nacional”, avalia Nonato Paz.

 

EXPECTATIVAS PARA OS PRÓXIMOS 6 MESES

Os comerciantes de Teresina relataram que nos próximos 6 meses as expectativas de melhora de vendas são de otimismo. A expectativa da economia brasileira para o 2º semestre foi avaliada em 161,7 pontos e com esperança em 94,5% de melhora. “Isso mostra que os empresários estão na esperança de melhora nas vendas principalmente em virtude das taxas de juros mais acessíveis. Com dinheiro na mão, o empresário fica com mais oportunidades de negociação com seus fornecedores, obtendo descontos maiores”, comenta o economista.

 

Há também uma expectativa em relação á aprovação da reforma tributária, no segundo semestre de 2020.

 

INVESTIMENTOS

Os investimentos analisados na pesquisa constam as Expectativas de Contratações de Empregados, que obteve o Índice de Confiança de 139 pontos em janeiro, com crescimento de 1,46% relativo ao mesmo mês do ano anterior.  O levantamento mostrou ainda que 92,9% das empresas de grande porte (acima de 50 empregados) promete contratações nos próximos 6 meses.  

Mais de Pesquisas