Agronegócio

Estiagem

Falta de chuvas provoca queda de 2,2% na previsão da safra agrícola 2020 no Piauí

A redução será na colheita de feijão, milho, sorgo e arroz. Algodão e soja devem crescer

 
O milho deve apresentar uma redução de 13% na produção em 2020 (Foto: Faep/PR)

 O milho deve apresentar uma redução de 13% na produção em 2020 (Foto: Faep/PR)

 
 

A estimativa da safra 2019/20 de grãos no Piauí indica a produção de 4,323 milhões de toneladas, o que representa uma redução de 2,2% em relação à safra 2018/19, que foi de 4,420 milhões. O estudo é da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que divulgou nessa quarta-feira (8) a previsão para todo o Brasil. Clique aqui para ter acesso ao levantamento.

 

 

A queda na previsão é em decorrência na ausência de chuvas nos meses de novembro e dezembro, período em que normalmente já começa o plantio. Contudo, a depender do tempo, a Conab pode alterar a previsão no próximo levantamento, que será divulgado em fevereiro.

 

Tabela feita de acordo com a previsão da Conab, na comparação com a safra 2018/2019

 

As principais culturas que devem apresentar redução na produção são o feijão (-15%), milho (-13%) sorgo (-10%) e arroz (-4,8%). Para os demais grãos, a previsão é de crescimento, como algodão em caroço (+23,7%), arroz em pluma (+24,2%).

 

A soja, principal cultura do Piauí, deve apresentar um crescimento de 6,8% em relação a safra 18/19, de 2,325 milhões. A previsão é de 2,478 milhões de toneladas, resultado do aumento da área plantada (803 mil hectares contra 758 mil) e da produtividade (3,087 toneladas por hectare contra 3,063).

 

O produtor Alzir Neto, presidente da Associação dos Produtores de Soja do Piauí (Aprosoja-PI), explica que a queda na previsão do feijão e do milho deve-se a foto de que são culturas só cultivas após a colheita da soja. “Como não choveu no período previsto, nós atrasamos o plantio da soja e, portanto, vai ter pouco tempo para o feijão e o milho produzirem”, afirma o produtor.

 

 

Mais de Agronegócio